Praias da Solidão
Trio Parada Dura

Meu pensamento vagueia nas praias da solidão,
Vejo um barco naufragando nas ondas da ilusão,
Vejo o começo do fim do sonho de um trovador.
Vou erguer bandeira branca na batalha do amor.
Onde o pensamento vai eu vejo você meu bem,
No cintilar das estrelas, no calor do sol também,
Até no ar que respiro tem um pouco de você.
Não consigo reagir e não entendo porque.

Em cada tique-taque que bate meu coração,
Vai soletrando seu nome me enchendo de ilusão,
Mas volto à realidade e vejo nossa distância.
No peito explode soluços matando a esperança
No oceano da vida naufraguei com meus desejos.
Na tempestade dos sonhos somente teu rosto vejo.
Nas trevas do desespero espero um raio de luz.
Enquanto espero por ela vou levando a minha cruz.

Fiz tentativas em vão pra esquecer este amor.
Implorei para o vento carregar a minha dor.
Se ela eu já perdi me tirem a esperança
E levem para bem longe a saudade e a lembrança.
No drama triste da vida já vivi cenas cruéis,
Mas como pode um vencido desempenhar seus papéis?
Quisera eu que esta peça tivesse um bonito fim
E neste último ato ela voltasse pra mim.