E Lá Na Mata Eu Vi
Umbanda

E lá na mata eu vi
Um caçador da Jurema
Era seu Cobra Coral
Trabalhador da Aruanda
Trazia em sua mão
O seu bodoque de pena
E o seu lema é
Amor e benevolência