Oxum, Senhora Dos Brancos Negros
Umbanda

Senhora dos brancos, Maria
Senhora dos negros, Oxum
Senhora de tantos altares
Senhora do leito dos rios
Descendo pelas cachoeiras
Seu canto é sereno demais
Me deixa entrar no teu reino
Banhar-me nas águas da paz
Bela Oxum
D'Oxum, d'Oxum, ieiê ieiê ieô
D'Oxum aiê ieô
Senhora dos olhos de água
D'Oxum, d'Oxum, ieiê ieiê ieô
D'Oxum, iabá
Mãe d'água imaculada
Senhora dos brancos, Maria
Senhora dos negros, Oxum
Senhora de tantos altares
Senhora do leito dos rios
Descendo pela cachoeira
Seu canto é sereno demais
Me deixe entrar no seu reino
Banhar-me nas águas da paz
Bela Oxum
D'Oxum, d'Oxum, ieiê ieiê ieô
D'Oxum aiê ieô
Senhora dos olhos de água
D'Oxum, d'Oxum, ieiê ieiê ieô
D'Oxum, iabá
Mãe d'água imaculada
É d'Oxum
Avê Maria mamãe do céu
Aieieô mamãe da cachoeira
Mamãe do céu
Mamãe da cachoeira