Enche-nos (part. Elaine de Jesus)
Vanilda Bordieri

Enche-nos
Enche-nos
Enche-nos
Enche-nos Senhor
O som de um vento impetuoso
Toda a casa encheu
Todos foram cheios do poder de Deus
Línguas como de fogo, puderam contemplar

E como foi naquele dia, ser√° hoje aqui
A mesma glória, este templo vai invadir
O sobrenatural de Deus, hoje vai nos tocar

Vem senhor, nos trazer o inexplic√°vel
Vem senhor, com Tua glória formidável
Vem senhor, extinguir o impossível
Vem senhor, vem fazer o que é incrível

Vem senhor, defender-nos na peleja
Vem senhor, despertar a tua igreja
Vem senhor, com Teu fogo vem queimar
Entre nós Teus sinais vem operar

Enche-nos, toca-nos, cura-nos com poder
Vem agir, avivar, restaurar, aquecer
Vem com Tua unção que despedaça todo jugo
Anula a diferença e faz ruir os muros

Vem guiar, corrigir, confortar, instruir
Transbordar, transformar, queremos Te sentir
Vem com Teus milagres e desfaz as aparências
Mostra-nos Tua glória e traz sobre nós a Tua essência

Queima o pecado e a malícia
Queima a doen√ßa e a ang√ļstia
Queima todo o mal do opressor
Queima a gan√Ęncia e queima agora meu Senhor

Queima o orgulho e a soberba
Queima a falsidade e a mentira
Vem com Teus milagres e desfaz as aparências
Derrama a Tua glória traz sobre nós
Tua essência

Enche-nos