Vídeo de Prece
Osvaldir e Carlos Magrão



A ti meu velho querido de joelhos no chão ofereço
Este rústico adereço trançado de couro cru
Esta prece de xirú que rezo trançado o dedo
Já que não guardo segredo pra um amigo que nem tu Bis

Te foste como os outros foram para o velho pago do além
Onde um dia eu também eu quero bolear a perna
E o patrão que nos governa que por certo é teu amigo
Há de ser bueno comigo aí na querência eterna Bis

Já que não fui nem a sombra do que fostes velho santo
Uma coisa eu te garanto sempre me orgulhei de ti
Pois contigo eu aprendi o que é honra e coração
E esta xucra tradição pelo pago que eu nasci BIS