Choro do Fim do Mundo
Zeca Baleiro

Se a vida é feita pra viver
Se um dia vem o outro vai
Se o fim do mundo fica ali
Aonde a vista se distrai
Canto pra quem quiser ouvir
Triste ou alegre, junto ou só
Filosofia, poeira, poesia, pó
O meu amor não fuja mais dessa prisão
Que o sol que brilha também cega
Os negros olhos da paixão
Sei que o futuro é um quarto escuro
Só quem ama ilumina
Fósforo, lamparina na escuridão