Ela Não Se Parece Com Ninguém
Zeca Baleiro

Ela não é igual a gata que eu vi na Lapa
Tão leve que aos olhos de ninguém escapa
Sambando gostosa num samba tão bom
Nem é como a mina linda linda que dá medo
De copo na mão na Mercearia São Pedro
De pé na calçada brilho de neon

Ela não é como a moça que eu vi na Savassi
Que para o tempo mesmo que ele passe
E arrasta os olhares por onde ela vai
Nem é a guria esperta que zanza no bric
De Redenção casual mas tão chique
Cantando baixinho baby light my fire

Ela não se parece com ninguém
Ah quero ela eu a quero bem
E sinto que ela me quer também
Ela é linda linda linda linda
Tanto tanto que eu ainda
Como um São Tomé que já crê
Quero pagar pra ver

Ela não é como a menina que vi no Jurerê
Curvas sinuosas e jeito blasé
Que até os ambulantes distraem o olhar
Nem se parece com a loura morena de Aldeota
Iracema Barbie de jeans e de bota
Os olhos vermelhos do azul do mar

Ela não é a bonita do Batel no Babilônia
Uma dose de vodca outra de insônia
Atriz misteriosa de um filme noir
Ela não é a baiana bela do Beco do França
De papo cabeça cabelos e trança

Suingue fricote axé saravá