Escancarado (part. Zélia Duncan)
Zeca Baleiro

Ela não gosta que eu roa minhas unhas
Vive às turras com minhas palavras turvas.
Ela não gosta quando olho para o céu e destilo minhas pragas
Mas ela gosta de mim, diz que gosta de mim.
Ah, ela gosta de mim, sim

Ela não gosta que eu fale do passado
Diz que me atropelei, que pirei, fiz tudo errado.
Ela não gosta do meu ex, do francês, dos meus presságios, não.
Mas ela gosta de mim, diz que gosta de mim.
Ah, ela gosta de mim, sim

Ela não gosta que eu não gosto do que ela gosta
Mas aposto que um dia deixa tudo à mostra
Deixa tudo à mostra...escancarado

Ela me aperta, me sacode, me esfrega
Diz que tenho charme mas também chora de vazio
Olhando o mundo que se abre aos seus olhos e ela não gosta,não.
Mas ela gosta de mim, diz que gosta de mim.
Ah, ela gosta de mim, sim

Fala muito, fala alto e canta moda, vê tudo trocado
Salga o rosto, bate a porta
Diz que tem a vida toda pra viver
Da por encerrado
Mas ela gosta de mim, diz que gosta de mim.
Ah, ela gosta de mim, sim

Ela não gosta que eu não gosto do que ela gosta
Mas aposto que um dia deixa tudo à mostra
Deixa tudo à mostra...escancarado
Ela não gosta de gostar assim
Mas ela gosta de mim, diz que gosta de mim, sim