Um Real De Amor
Zeca Baleiro

O que eu não faço em tua companhia
Amamos na praia ao nascer do dia
O que eu não faço em tua companhia
Dançamos na rua ao nascer da lua

Com um real de amor que tu me dás
Faço versos de febre e de paixão
Pego a fraca miragem da ilusão
E a transformo em ferro e em carvão

Com um real de amor que tu me dás
Faço a flor na mais completa escuridão
Desafio o terror da solidão
E a transformo em pó na multidão

O real de amor que tu me dás
Generoso se faz em minha mão
Mata a minha fome
E multiplica o pão