Chama de Saudade
Zeca Pagodinho

Brotou no meu peito uma chama de saudade
Ao contrário da minha vontade
Chorei
Chorei, mas qualquer um chorava
Qual mortal que suportava o que eu suportei

(Sabe lá o que é, meu irmão)

Sabe lá o que é, seu moço
Ver alguém que se ama ir embora
Ver a água secar no poço
E a caçamba ficar de fora
A corda roer pescoço
É aí que malandro chora

Isso acontece com quem vive em desatino
Vagando igual peregrino pelas ruas da ilusão
Fui nesse bloco, empunhei meu estandarte
Medalhas condecoraram à parte
As vitórias do meu coração.