Escancarado De Vez
Zezo

Tem Certas Coisas Que São Muito Perigosas
Situações Um Tanto Quanto Escandalosas

Mas Sempre Vale A Pena

Até Correr O Risco

A Vida É Pra Viver

Se De Repente A Gente Encontra Alguém Na Rua

Pode Acabar Até

Envergonhando A Lua

Num Desses Lances Muito Loucos Que Acabam Num
Quarto De Motel

E As Vezes Basta A Porta Aberta Do Banheiro
Uma Tremenda Brincadeira No Chuveiro

E As Vezes Basta Uma Pergunta Embaraçosa

Pra Gente Confessar

Quem É Que Nunca Recebeu Uma Cantada

Quem É Que Nunca Respondeu No Mesmo Tom

Quem É Que Nunca Recebeu Um Bilhetinho

Das Mãos De Um Garçom

Eu E Você Assim Ao Som De Um Bolero

Pra Lá, Pra Cá, Do Jeito Que Eu Quero

Vem Cá, Me Dá, Que Eu Sei Aonde Vai Chegar

Se O Corpo Quer

Assim, Assim Coladinho

Pra Lá, Pra Cá, Do Nosso Jeitinho

Me Tráz, Me Faz, Me Roça E Deixe Acontecer

E O Que Me Importa O Que Eles Vão Pensar De Mim

Eu Quero Mais Comer O Fruto Até O Fim

Eu E Você, A Dois, A Três Escancarando De Vêz